INTERPRETAR – O SER ATRIZ

E se já sabem o quanto eu amo interpretar e trabalhar como atriz… que tal recordamos a minha personagem na novela Dancing Days? Recordam-se?
Foi um ótima experiência esta, a de dar corpo e rosto a esta médica, que se vê perante uma situação complicada em mãos. Depois de um acidente gravíssimo na história, esta é a médica que tenta reparar o que aconteceu, e que vive o dilema de “sentir a morte do seu paciente”.

Como sempre, fiz muita pesquisa e dediquei-me a encontrar o registo certo para esta médica.
Uma mulher corajosa, entregue à sua profissão e à sua missão. E ciente da responsabilidade de tudo o que vive. Contracenei com um elenco maravilhoso e com o qual tanto aprendi.

E, para cada papel, emoções únicas, diferentes. Olhares marcantes, escolhidos para aquela mulher, para aquilo que a personagem exige e merece.

“Without wonder and insight, acting its just a trade. With it, it becomes creation.”

(Bette Davis)

São palavras como estas que me inspiram, que me levam a querer ir mais longe no que faço, na formação, na construção, na entrega ao momento. E estou sempre presente quando a ação começa.
Funciona até como uma linda terapia, onde o tempo pára e eu conto uma nova história, num corpo que é meu, mas que, por momentos, pertence a uma outra vida.

E esse momento, consegue ser mesmo algo de muito especial. E quem sabe não está um para chegar?…
Que papel gostavam de me ver interpretar?