Artista transforma bonecas Bratz em empowerment women

É de pequeninos que começamos a construir a nossa identidade. Os objetos que nos rodeiam serão, portanto, determinantes à identificação do que queremos ser. E é também aí que nos devemos questionar sobre a forma como os brinquedos das crianças afetam o seu sentido de identidade e desenvolvimento pessoal. Afinal, que mensagem estaremos a passar quando oferecemos bonecas princesas, com corpos irrealistas e rostos cobertos por uma quantidade de maquilhagem excessiva? Bonecas com um único propósito: esperar pacientemente pelo príncipe encantado.

Também foram estas as questões que levaram a artista Wendy Tsao a lançar uma colecção de bonecas Bratz inspiradas pelo trabalho de Sonia Singh com as Tree Change Dolls. Sonia é uma mãe australiana que redesenhou os rostos e roupas de Bratzs e Barbies de forma a dar-lhes um ar mais próximo da realidade, longe do retrato sexualizado e geralmente irrealista destas bonecas. Tsao pegou neste exemplo e transformou as famosas Bratz nalgumas das mulheres mais inspiradoras do mundo a que chamou ‘Bonecas Poderosas’.

E são mesmo. Poderosas na forma como personificam mulheres reais que um dia também foram crianças e que, quando cresceram, fizeram coisas espantosas. Uma forma de mostrar ‘a brincar’ o potencial real que todos temos, o empowerment comum a nomes como Malala Yousafzai – ativista paquistanesa e a mais jovem a receber o Prémio Nobel da Paz, JK Rowling – autora da saga Harry Potter -, Roberta Bondar – a primeira astronauta canadense – Waris Dirie – modelo e ativista que sofreu de mutilação genital aos três anos -, Frida Kahlo – pintora à frente do seu tempo -, ou Jane Goodall – antropóloga britânica e mensageira da paz pelas Nações Unidas.

Uma vez que a resposta às bonecas tem sido incrivelmente positiva, Tsao tenciona vender algumas delas no eBay num futuro breve. E vocês? O que acham desta iniciativa? 🙂