PORTUGAL FASHION SS16 | DAY 2

Look
Vestido | Luis Buchinho
Sapatos | Luis Onofre

Depois de um arranque maravilhoso, foi chegada a hora de celebrar a moda para além da capital. O Porto recebeu-nos, uma vez mais, de braços abertos para 3 dias reveladores do talento e criatividade portugueses.

A primeira paragem? O majestoso Coliseu do Porto. Nos corredores, as tendências para a Primavera Verão de 2016 enfileiraram-se rumo à passerelle com propostas de cinco designers nacionais.

Pedro Pedro abriu as hostes com a sua coleção ‘The Lady in Question’. Depois da ModaLisboa, o criador surpreendeu com uma coleção com mais peças das que já tínhamos visto em Lisboa. Mais sofisticada, esta coleção foi desenhada para uma mulher elegante e clássica que cresceu e deixou o sportswear de lado. Aos cetins, redes e brilhos juntaram-se os acabamentos desfeitos ou em bruto, as redes, as rendas, as transparências e as aberturas. A paleta escolhida foi sóbria – marinho, brique, preto e branco.

Seguimos com Júlio Torcato, com um desfile em 3 actos – O Tríptico – liderado por três figuras relevantes da moda contemporânea portuguesa. O primeiro – Homem urban tailoring – , liderado pelo cabeleireiro Miguel Viana, com um grupo de homens em tshirts pretas compridas e calções, o segundo – Mulher em ambiente dark – com a primeira entrada do criador no mundo feminino, em silhuetas pretas longas, liderado por Vera Deus, ex-modelo, e o terceiro – Homem urban oversized, liderado pelo stylist Nelson Vieira.

Anabela Baldaque, foi a seguinte com uma coleção que celebrou os seus 30 anos de carreira – ‘Em nome próprio’. Fluída e romântica, as peças contagiaram pelas cores alegres, os folhos, as flores e os brilhos que destacaram ainda mais a personalidade de quem as vestiu.Vestidos longos, saias de trespasse, blusas românticas e delicadas, com vários tecidos diferentes e mini tops inspirados nos anos 70 subiram à passerelle.

E que bom foi ver Elsa Barreto, pela primeira vez, a desfilar a sua coleção no Portugal Fashion. O realizar de um sonho para a criadora que conta já com 25 anos de carreira. Peças estruturadas, inspiradas na natureza orgânica da arquitetura e da escultura, deram as mãos à delicadeza da pintura, em peças fluídas como vestidos de noite, jumpsuits pretos e brancos e o amarelo como cor predominante.

Para terminar, um grande nome da moda nacional, Fátima Lopes que apresentou uma coleção para a Primavera Verão 2016 inspirada na frase ‘Simplicity is the key to brilliance’. Diferente das coleções pelas quais ficou conhecida, desta vez a criadora optou por apresentar uma coleção depurada onde não faltaram plissados discretos, detalhes gráficos, ombros e costas nuas e os tons pretos e branco conjugados com “a acidez da hortelã-maçã e a frescura do lilás” e “toques dourados refinados”. Fatos de banho e uma terceira colecção de sapatos.

Hoje rumamos à Alfândega do Porto para ver a segunda linha do meu querido Ricardo Preto, o desfile-instalação de Katty Xiomara e a sua colaboração com a Sportzone e Miguel Vieira. Estão tão ansiosos como eu? 🙂

 

Project Management | LUVIN – blog & digital PR
Fotografias | StarsOnline
Makeup | Raquel Peres
Hair | Vasco Freitas Hairstylist