6 alimentos carregados de açúcar

Não será novidade dizer que o açúcar faz mal à nossa saúde. De facto, é a principal causa de obesidade e de outras doenças, como cancro, demência, doenças cardíacas, diabetes de tipo 2, depressão e mesmo acne, infertilidade e impotência. Mas, muitas vezes, nem imaginamos onde se esconde o açúcar. E quando pensamos estar a fazer um bom trabalho ao eliminar açúcares e hidratos de carbono, podemos estar a bombardear o nosso corpo com calorias. Vejam a lista que se segue. Aposto que não faziam ideia da quantidade de açúcar que contêm:

1. Vinagre balsâmico

Os molhos têm muitas vezes um elevado teor de açúcar, mas o vinagre balsâmico também pode conter o mesmo. Porquê? Muito do vinagre balsâmico é feito com corante de caramelo e amido de milho – duas substâncias açucaradas – e com base de vinagre de vinho branco. A versão autêntica do vinagre balsâmico requer 12 a 25 anos de processo de envelhecimento e não precisa de corantes nem aditivos de espessamento. Mas nem todos querem pagar – ou esperar – pela sua importação. Assim se pensarem encomendar ou fazer uma salada, optem por azeite virgem ou por vinagre de vinho tinto, para terem todo o sabor sem o impacto do açúcar.

2. Aveia

Aqui ficam as boas notícias: nem toda a aveia está na lista de alimentos com demasiado açúcar. Só precisam ter cuidado com a aveia instantânea que, embora leve menos tempo a fazer, contém mais açúcar. Optem por flocos de aveia inteiros para uma dose mais elevada de fibra e juntem manteiga de amêndoa que ajuda a estabilizar o açúcar no sangue durante todo o dia para terem o sabor, a proteína e a gordura saudável que precisam.

3. Comida sem glúten

Só porque não tem glúten não significa que é saudável. Bolos e bolachas sem glúten continuam a ser feitos com açúcar. De facto, a maioria contém até açúcar em excesso para compensar os ingredientes em falta, que acaba por ser mais difícil de eliminar pelo corpo. Quando estão com vontade de comer algo doce, mas ainda assim querem algo baixo em glúten, optem por fruta natural. Fruta assada, como pêssegos e ameixas, são um bom exemplo.

4. Sumos de fruta

Um copo de sumo de laranja de 200 ml contém 118 kcal. Quase todas as frutas são fontes concentradas de açúcar, porque quando são espremidas é-lhes retirada toda a fibra. Assim, se beberem um sumo de laranja ao pequeno almoço, um sumo verde depois do treino  e outro sumo à tarde, podem estar a contribuir para o aumento de gordura na barriga. Estes sumos também não ajudam a sentir saciado, e assim acabamos por comer mais durante o dia e a desejar mais açúcar e hidratos de carbono.

5. Iogurte

Sim, apesar do iogurte grego ser uma fabulosa fonte de proteína, cálcio e probióticos, nem todas as versões são feitas da mesma forma. Algumas contêm açúcares naturais, enquanto outras – aquelas com fruto no fundo, e com sabores de sobremesa, ou mistura de frutos secos, por exemplo – têm doses extra de açúcar adicionado. Alguns deles contêm 24 gramas de açúcar ou mais por unidade. Mas tudo isto não significa que devemos esquecer todos os benefícios saudáveis anteriormente mencionados. Pensem apenas de forma simples – ou natural – no que toca a iogurtes e renunciem aos aromas extra. Se for demasiado azedo para o vosso gosto, misturem frutas frescas para um toque natural de doçura.

6. Comida dietética

Muitos alimentos rotulados como produtos de “dieta” contêm um teor de açúcar falso. Os substitutos do açúcar, como aspartame, acessulfame, sacarina e sucralose confundem o corpo. São imitações de açúcar que acabam por aumentar o apetite e interromper a capacidade do corpo regular o açúcar no sangue, o que provoca uma alteração metabólica que poderá levar à diabetes. Se desejarem algo doce, é melhor que seja de uma fonte natural de açúcar, como a fruta.

O que acharam destas dicas? 🙂