Moda | Passos para um guarda-roupa amigo da natureza

Moda | Passos para um guarda-roupa amigo da natureza

A moda faz parte, directa ou indirectamente, do dia-a-dia, mas a natureza também. Já aqui vos falei há tempos sobre a minha preocupação com a alteração do mindset em relação ao fabrico das peças de roupa que tanto polui o nosso mundo (aqui). E é tão bom assistir à chegada das novas colecções das grandes marcas conhecidas como fast-fashion, por se caracterizarem pela produção em massa a baixo custo, e perceber que estas mesmas marcas estão a mudar o seu posicionamento e começam a criar linhas de roupa sustentáveis. E são várias! Quando estive em Londres, na última vez, consegui perceber isso não só nestas grandes marcas mas também no trabalho de novos criadores e designers de moda que já fazem isso nesse sentido!.

 

A H&M é uma marca cada vez mais preocupada com a sustentabilidade e para além das linhas de roupa eco-friendly que já criou, cria agora a campanha Bring it on que apela aos consumidores que deixem as roupas que já não usam (e não têm que ser necessariamente da H&M) nas lojas H&M para que possam ser recicladas ou reutilizadas. O site da campanha explica tudo, aqui.

 

eco friendly fashion moda sustentavel passos para guarda roupa amigo da natureza (2)

E como nós, os consumidores, também devemos defender o nosso meio-ambiente aqui ficam alguns passos para que o nosso guarda-roupa seja cada vez mais amigo da natureza. 🙂

1 | Lavar a roupa com alguns cuidados

É importante usar detergente sem químicos para não poluir a água e o ambiente. Já existem à venda nos supermercados e danificam menos a roupa.

2 | Evitar descartar roupa

Actualmente a roupa tem um carácter descartável para as pessoas e isso contribui para a poluição. Basta cuidarmos da roupa e mesmo quando usamos peças menos frequentemente devemos guarda-las, modificá-las, oferece-las ou até mesmo dá-las a lojas de 2ª mão.

 

3 | Reutilizar sacos

a questão da reutilização de sacos não se aplica só às compras de supermercado. É importante reduzirmos o fabrico de sacos das grandes marcas têxteis.

4 | Evitar fast-fashion e fazer compras racionais

Apesar de ser aliciante a verdade é que só temos acesso a baixos preços devido ao modo como são fabricadas estas peças, massivamente e de forma poluente. Por vezes uma peça um pouquinho mais cara dura mais tempo e também evita o desperdício.

5 | Ter conhecimento em relação aos tecidos e materiais

Pele ou eco-pele, caxemira ou eco-caxemira, algodão ou algodão orgânico. Verificar as etiquetas das peças  e conhecer os diferentes materiais é muito importante para fazermos escolhas acertadas e diminuirmos a produção de materiais que fazem mal ao nosso mundo.

Fonte | The Fashion Spot