Os descobrimentos portugueses no séc. XXI

Os descobrimentos portugueses no séc. XXI

Desde cedo que nós, portugueses, estamos associados à ideia de expansão. Fomos elogiados por termos tido a coragem de explorar sem medo novos caminhos e procurar alternativas a determinadas rotas.

Fizemos história e ficámos para a história.

Foi através deste espírito que iniciamos a “Era dos Descobrimentos”, e agora estamos perante uma nova era disso mesmo, de descobrir e acreditar em novas caras associadas ao empreendedorismo português. Chegou a altura de canalizarmos o espírito explorador que está nos nossos genes, ignorar medos e acreditar em novos projectos sem olhar para trás.
Portugal deixa-me orgulhosa, porque cada vez mais tem vindo a transformar-se num país que olha para a frente, que é o berço e incubadora de startups que se tornam casos de sucesso, que angariam milhões de dólares lá fora e dão que falar. Tem sido fundamental esta nova orientação para a formação de apoios poderosos e necessários para a criação de novos negócios que estão prontos para conquistar o mundo e colocar o orgulho português ao peito. Gosto de me associar a este tipo de causas e projectos, acredito que a estagnação nossa inimiga e por isso é importante apostarmos no futuro que construímos no dia de hoje.

A sociedade portuguesa procura cada vez mais esta motivação para criar, criar, criar… e tudo isto leva a mudança! E que mudança boa esta ligada à inovação e criatividade portuguesa. Questiono-me por vezes sobre quais são as tendências mundiais, qual o lugar do empreendedorismo, e cada vez mais tenho a certeza de que o lugar do empreendedorismo é aqui mesmo, neste nosso cantinho em pleno oceano Atlântico mas que está virado e aberto ao mundo. Acima de tudo, esta ideia do empreendedorismo, nasce da motivação do não desistir. Tal como os nossos antepassados fizeram, o importante é acreditar e dedicarmo-nos de alma e coração!

“When you cease to dream, you cease to live.”

Malcolm Forbes