A palavra de Malala

A palavra de Malala

Estive atenta  à Cimeira do Fórum Económico Mundial, que decorreu na semana passada, e não pude deixar de escrever sobre o discurso de Malala Yousafzai. É incrível a retórica desta menina, que sentiu o terrorismo na própria pele, mas que nunca baixou os braços nem calou a sua voz.  A cimeira incidiu sobre a importância da educação, a igualdade de género e também abordou temas actuais como o movimento #Metoo. No discurso, a vencedora do Prémio Nobel da Paz em 2014 ressalvou a urgência de existir igualdade de género e incentivou ao empoderamento da voz feminina. Malala disse que “O feminismo é apenas mais uma palavra para a igualdade (…) significa apenas que as mulheres devem ter os mesmos direitos que os homens.” E é mesmo importante falar sobre este ponto. Muitas vezes a palavra “feminismo” confunde-se, e é feita uma defesa de direitos apenas das mulheres. A verdade é que a igualdade de género é urgente, e as mulheres devem fazer-se ouvir ainda mais. Que estes temas não se percam no esquecimento do dia a dia e que tenhamos sempre em mente personalidades como esta.