A noite dos Óscares

A noite dos Óscares

Aconteceu ontem a 90ª edição dos Óscares e, como sempre, foi uma noite de emoções fortes. Apesar da falta de visibilidade dos movimentos reivindicativos #Metoo e Time’s Up, não faltaram mensagens sobre desigualdade salarial e racial e, também, mensagens político-sociais. O grande destaque da noite foi o filme “A Forma da Água” que com 13 nomeações, venceu 4 quatro estatuetas. Guilhermo del Toro, realizador, é o 3º mexicano a ganhar a categoria de Melhor Filme, não deixando de frisar que é “um emigrante”e posicionando-se contra algumas políticas nos EUA.

Apesar dos discursos de igualdade, a verdade é que foram poucas as mulheres a receberem prémios. Ainda assim, o filme “Três Cartazes à Beira da Estrada” deu a Frances McDormand o Óscar de Melhor Actriz, que incidiu o seu discurso na urgência em existir igualdade salarial entre os géneros. Este foi um dos momentos altos da noite.

A interpretação de Gary Oldman, em “A Hora mais Negra”, deu-lhe a vitória na categoria de Melhor Actor.

Sem dúvida que, este ano, a maioria dos filmes foram quase todos bastante intensos e fortes. E que bom que é assistir a estes cerimónias que têm sempre uma palavra a dizer e acrescentar no caminho da mudança.

Vejam a lista de vencedores aqui:

Melhor Filme:
“A Forma da Água”

Melhor Realização:
Guillermo del Toro – “A Forma da Água”

Melhor Ator:
Gary Oldman – “A Hora Mais Negra”

Melhor Ator Secundário:
Sam Rockwell – “Três Cartazes à Beira da Estrada”

Melhor Atriz:
Frances McDormand – “Três Cartazes à Beira da Estrada”

Melhor Atriz Secundária:
Allison Janney – “Eu, Tonya”

Melhor Fotografia:
“Blade Runner 2049”

Melhor Argumento Adaptado:
“Chama-me pelo teu nome”

Melhor Argumento Original:
“Foge”

Melhor Filme Estrangeiro:
“Uma Mulher Fantástica”

Melhor Filme de Animação:
“Coco”

Melhor Documentário:
“Icarus”

Melhor Documentário em Curta-Metragem:
“Heaven Is a Traffic Jam on the 405”

Melhor Curta-Metragem:
“The Silent Child”

Melhor Curta-Metragem de Animação:
“Dear Basketball”

Melhor Cenografia:
“A Forma da Água”

Melhor Montagem:
“Dunkirk”

Melhor Caracterização:
“A Hora Mais Negra”

Melhor Guarda-Roupa:
“Linha Fantasma”

Melhor Banda Sonora Original:
“A Forma da Água”

Melhor Canção:
“Remember Me” – “Coco”

Melhor Montagem de Som:
“Dunkirk”

Melhor Mistura de Som:
“Dunkirk”

Melhores Efeitos Visuais:
“Blade Runner 2049”